08/07/2010

Goleiro Bruno e o Delirio Compartilhado

Algumas coisas entram na cabeça da gente sem pedir licença e temos que lidar com o ESPANTO, diante da estupidez humana. O Caso do Goleiro Bruno é um destes episódios que não tem pé nem cabeça. Algumas pessoas  perguntaram-me sobre o que eu pensava a respeito. Numa analise pratica e rapida posso verificar no minimo três Hipóteses claras.

1- Delírio de Prejuízo - Paranóia
2 - Delírio de prejuizo com seguidores Com delírio de Fidelidade- Simbiose
3-  Efeito Dominó
4- Burrice , idiotice e estupidez cronica e compartilhada.

No Primeiro caso o Delírio de Prejuízo, estaria ligado a uma fenda narcisica calcificada na estrutura da mente.
É o tipo bruto muito bem apelidado de "concretão" o concretão é o que não consegue ver alem , só visualiza o aqui e o agora e o efeito fisiológico o domina. É o cara que diz sempre -" eu sou assim e não vou mudar ", ou o que diz " comigo isso nunca vai acontecer " se você fizer uma critica metafórica do tipo "Você precisa se enxergar" ele vai correndo pro espelho. Este sujeito vive com a ideia de estar sendo extorquido de alguma forma , pois que estruturalmente é inacabado. A mente quer destruir, usufruir, cuspir mas ele desloca este arsenal mental delegando ao outro uma perseguição interna não ditada por sua autoria a fantasia é de que é o outro quem o perseguidor: "Ela quer me Ferrar" "Ela quer me usar" " Ela me persegue" " Ela armou pra mim" -o EU narcisico não tem responsabilidade de nada, tudo esta no outro, dentro desta concepção neurótica o  EU convicto só pensa em se defender, se defende atacando e atacando ta satisfazendo o principio gerador a paranoia, que conseguiu seu feito por distorção eficiente.
 Aconteceu! transou!engravidou! matou!tripudiou! Sentenciou sua própria vida para se libertar da paranoia o outro neste caso não passa de um objeto que deve ser quebrado .

No segundo caso o delírio é compartilhado tem seguidores devotados, funcionam como mentes fusionadas , o prejuízo de um é  igual o prejuízo do outro, o  "Não eu"  não existe.Todos os envolvidos sentem-se como se estivessem sofrendo a mesma perseguição , todos se sentem narcisicamente como sendo o Bruno e assim acabam assumindo partes da personalidade deste que o mesmo não assume, nestas  executam geralmente as tarefas mais baixas.

No terceiro Caso, está ligado lei da causa e efeito, uma ação que leva a uma reação que leva a uma consequência. Discutiu - bateu- Imagina a repercurção o efeito social - acha mais fácil eliminar o Problema- (aqui o Concretão também entra).

O ultimo caso esta presente em todos os outros,trata-se da junção de um grupo de mentes limítrofes que tem uma super concentração de imbecilidade, e nisso se vê apoiada a tomar o Lugar de donos da vida.


Algumas pessoas acreditam que  um cara destes , só faria algo assim por ignorância,  ganham muito dinheiro como atletas porem não tem cabeça para lidar com os problemas que o dinheiro traz, um deles seria o assedio.

Besteira !! está cheio de gente simples , sem estudo  até mesmo de atletas que são milionários e broncos que não saem por ai matando, ao contrário a maioria deles vai assumindo os filhos de suas imprudências. Então ignorância, falta de estudo, ingenuidade esta fora de questão , se assim fosse o mundo já teria acabado.

A Ruptura com os sensores que delimitam a possibilidade de existência, a falta de vinculação emocional é o que predomina, o narcisismo deformado a favela interior é que comete crimes assim tão bárbaros.

Um comentário:

  1. Bem interessante a forma que pensa a situação do Bruno e Eliza. Um abraço

    ResponderExcluir